Sobre Escaladas...

Todos os dias subo correndo a colina com os tijolos da nossa casa nas mãos, um à um. No fim do dia me deito nessa cama de menos de metro e meio, que nos cabe perfeitamente, e ouço a tua voz, descanso todo o feliz cansaço de poder fazer o-nosso. Respiro ofegante e sorrindo porque é por nós, amor, porque a sorte sorriu pra mim outra vez desde o dia que te encontrei. Dessa vez ela sorri pros nossos planos e não somente pra mim e pra ti. Sinto-me abençoada pelos céus e pela terra, pela vida, e por tudo mais que possa abençoar. Tu não es o meu segredo. És parte de mim, minha metade até então perdida no outro lado do Atlântico. Estarei chegando enquanto tu cantas, enquanto sonhas comigo do teu lado.
Tenho as mãos marcadas, meu bem, de poeira, arranhadas, porque a primavera deu flores e eu ando colhendo todas as que encontro no meu caminho. Tenho o peito latejante de tanto-tanto esperar pelo momento em que no fim do dia estará tudo em paz. Você e eu ali. Me caso contigo todos os dias, desde o dia que tu me reconheceste. Me apaixono por ti de uma maneira nova a cada vez que desperto.
Desço correndo, fazendo metade do tempo do trajeto que preciso percorrer como se tivesse asas. Encaixo as peças com o cuidado de que os nossos caminhos sejam apenas um, ainda que Madrid e La Coruña sejam cidades distantes. No meu peito eu te acompanho. Entro contigo em Metro Princesa enquanto te sirvo um licor em Archer Milton Huntington. Por isso eles não entendem o porquê de eu rir sozinha às vezes. Eles nunca entendem meus ímpetos... Vou vivendo uma vida à la Amelie Poulain, sonhando com o dia que Nino entrará pela porta com o pão para a cena nas mãos. Fechando os olhos pra te imaginar pisando o meu tão amado chão de terra e samba. O futuro eu já sei. Enquanto ele não vem eu continuo subindo essa parede de pedra ate que seja topo. Te quiero.

Por Dani Cabrera

No me importa el náufrago, mi fortuna está en llegar mientras alguien canta. Hoy nadé otra vez mientras tú cantabas. (Najwa Nimri)

Comentarios

  1. Seus textos sempre me emocionam, menina.
    Adoro vir aqui. :)

    ResponderEliminar
  2. Tô procurando o topo dessa parede, mas não vejo...enquanto isso continuo a escalar, quem sabe lá não recebo meu prêmio..rs!

    Grande beijo cheio de saudades!

    ResponderEliminar
  3. como consegue escrever tão bem ? rs.. so com esse inspiração toda.. mandou muito bem Dani, Bjs

    ResponderEliminar
  4. Que lindo...
    Estava de passagem, em busca de blogs que prendessem minha atenção e confesso que vc não só prendeu como me emocionou com esse amor...
    Parabéns pela forma com que consegue cativar as pessoas com seus sentimentos....

    Bjinhosssssssssssss

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares