Mais Uma Pra Ti

Respiro fundo e te beijo. Te beijo porque eres digna de ser beijada por todos os dias da tua vida. Te beijo e te cuido, porque tu me cuidas também, e porque me dediquei a cuidarte desde o dia em que te amei. Acaricio teu rosto, te beijo otra vez nos olhos, na tua testa e me aplico em sentir o cheiro que se esconde debaixo dos teus cabelos. Toco o fim das tuas costas e noto toda a tua pele viva, tuas pernas se enrroscam nas minhas sobre a cama, tuas roupas se enrroscam nas minhas jogadas ao chão. Teu corpo se cola ao meu.
Que bom é o aroma do ar que sai dos teus pulmões. Que suave é a tua mão que passeia pelas minhas costas e que só faz trazer-me para mais perto de ti. Que sonho é tocar meus lábios nos teus e saber que sou tua, e que isso tu valorizas com teu mais bonito apreço. Que satisfatório olhar para trás e ver a estrada que percorremos até aqui, e que tranquilidade já ver o amanhã do teu lado.
Casa-te comigo agora mesmo, a cada minuto das nossas vidas, casa-te comigo, porque ando desesperada de tanto amor guardado dentro desse peito tão débil. Faz da minha cama a tua cama, do meu interfone o teu endereço, fique aqui comigo, meu amor. Visita-me essa noite em sonhos, vestida de branco, e me diz com toda a tua calma que devo ter paciência. E eu sei que o tempo vai passar e que o nosso dia está à caminho, mas enquanto isso… Não sei mais a quem pedir para que os ponteiros girem um pouco mais à meu favor, calculo dias e meses tentando ver um dia menos, trago seco o nó que se faz na garganta e sigo em frente esperando que baixes dentro de um minuto na estação de Cuatro Caminos. Sana essa dor com um sorriso teu, abraça meu corpo e me diz que o lado direito do guarda-roupas é só para ti e o esquerdo só para mim. Diz que a dispensa precisa ser reabastecida. Me leva ao mercado pelas mãos como quem brinca de ser feliz.
Tú és quem lembra dos horários dos medicamentos para que a febre não me roube uma noite mais de sono. És minha segurança, o tesouro que guardo, minha bandeira, minha alegria, minha vontade de permanecer aqui, viva e forte, construindo um caminho bonito para desenhar quatro pegadas de mim e de ti, até que seja da estrada o que ninguém tem a certeza se é fim.

Por Dani Cabrera

Comentarios

  1. Lindo!
    Que declaração de amor, mais profunda...tocou-me a alma!
    Adoro ler seus textos, suas mensagens...

    Seguindo vc desde Setembro!

    Beijos com ternura

    ResponderEliminar
  2. uau..
    Tenho o seu blog no meu favoritos a algum tempo já..
    E hoje resolvi comentar. Parabéns pelas palavras! seu blog é lindo!

    Lu

    ResponderEliminar
  3. uauu.. Lindo blog
    Confesso que tenho ele no meus favoritos a algum tempo já, e hoje resolvi comentar. Esse texto é muito bom! Parabéns!!

    =)

    Lu

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares