Do Que Há de Passar...

Para ler ao som de Le Banquet, de Yann Tiersen,

E sobreviverá...
Porque coração é assim mesmo, senhores, faz e ouve somente aquilo que lhe convém.
Sobreviverá porque desconstruir não é coisa tão simples quando se trata de um Amor como este, cheio de lantejoulas e coisas bonitas, de momentos ímpares, de cumplicidade e de vontade de ir em frente, a qualquer lugar. Apenas ir, ainda que não se tenha intenção de chegar – e não há -, apenas ir pra sempre: junto.
Sobreviverá pela cintilância dos olhos, pelo vento gelado no estômago, pelo peito acelerado, pela vontade de gritar pro mundo inteiro e as galáxias mais próximas ouvirem. Sobreviverá pelas mãos que se buscam, pelos sorrisos que não se pode conter, pelas lembranças eternizadas, pelas vontades insistentes, pelo querer, por ser tão puro. Porque os dias de chuva não duram pra sempre, e um dia novo sempre raia depois de uma noite difícil. Porque o inverno é frio, mas anuncia a primavera, e tudo muda depois. Tudo muda.
Sobreviverá porque até o nosso campo quando seca, e os nossos girassóis quando aluam, permanecem belos e vigorosos, felizes, firmes como o que carregamos no peito; sobreviverá.
Porque eu que antes andava como um cego de olhos e de alma, mas hoje eu vejo cores, vejo a possibilidade de um futuro Feliz, crio sons, crio palavras assim. Porque hoje a minha vida que era choro tornou-se poesia e esperança. Por isso e mais, sobreviverá.

Sobreviverá aos trancos e aos barrancos.

So-bre-vi-ve-rá.
(Porque o mundo ainda favorece o que há de bom, ainda que tarde.)


Por Dani Cabrera

Comentarios

  1. "... ainda que não se tenha intenção de chegar – e não há -, apenas ir pra sempre: junto"

    Q lindo!!!

    ResponderEliminar
  2. "Porque hoje a minha vida que era choro tornou-se poesia e esperança. Por isso e mais, sobreviverá."

    precisa comentar?
    lindo demais.

    ResponderEliminar
  3. "Porque o mundo ainda favorece o que há de bom, ainda que tarde..."

    Sim, o mundo ainda favorece algo bom para os amados e amantes e tudo tem um tempo certo para acontecer, sempre.

    Beijos, Dani.

    ResponderEliminar
  4. 'aos trancos e barrancos, sobreviverá!'

    porquê o que é sincero, o que tem amor verdadeiro, por mais coisas ruins que aconteçam, é pra sempre!

    beijão Dani! ^^

    ResponderEliminar
  5. eis que tenho um tempinho livre para viajar pela net.
    Evidentimente embarco nesse navio repleto de amor que é seu blog.
    Enquanto percorro por todos os convés, lendo cada pedacionho dessa embarcação, encontro uma homenagem linda para minha pessoa.
    Sabe...acabo de escrever um texto crítico, triste...e quando venho aqui...meu lado amoroso aflorece...e digo com toda sinceridade: Me emocionei!
    Só não chorei por orgulho...ou sei lá pelo que, mas as lágrimas umideceram meus olhos...

    Parabéns para vc pq seus textos são demais.

    Bejaum
    =*

    ♪ Cantos do Grilo ♪

    http://felipepensador.blogspot.com/

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares