Mais Uma De Amor

O teu amor encheu o meu peito num momento em que o queriam transformar em um jarro vazio, por pura maldade. Te encontrar foi como descobrir uma fonte de águas no ponto mais seco do deserto mais quente que eu já ousei atravessar. Fechei meus olhos pra descansar debaixo de uma sombra qualquer e vi cores, tantas cores, mais de sete, e decidi me levantar pra te dizer que o teu amor trouxe graça pro meu mundo até então preto e branco, feito curta-metragem dos anos trinta, som de fita rodando no projetor e Al Bowlly cantando “Heart and Soul”, apaixonado por qualquer coisa, mas sem amar em paz. Foi contigo que aprendi que amor é sinônimo de paz. Teu amor abriu os meus olhos pras coisas que eu também posso querer, e eu já não penso mais em histórias-pra-não-dormir. Vou com força, vou em frente, por mim e por ti sem desistir.
O teu amor me curou da dor, da insegurança e da fobia de estar só, e quando eu olho pros próximos anos eu vejo você parada na minha direção e sorrindo pra mim, dizendo que tudo vai ficar bem.
É o teu amor me faz confiar em ti.
Deve ser por isso que toda vez que penso em ti, sinto esse cheiro de alecrim, louro e flor de laranjeira, cheiro de coisas felizes, de dias de sol, manhã de abril. E deve ser por isso também que ainda hoje sinto como se mil borboletas levantassem vôo no meu ventre quando te vejo ou te sinto chegar, como na primeira vez. Por isso eu prefiro lutar contra o meu e o teu sono, ainda que cansada, por ter umas horas mais olhando esses olhos e esse sorriso que desafortunadamente demorei 25 anos pra encontrar, mas que afortunadamente encontrei entre placares num saguão de um aeroporto lotado. Agradeço à sorte, ao destino, à Deus, aos trevos de quatro folhas, aos anjos, ao universo, ou a quem quer que tenha sido tão legal comigo à ponto de trazer você pra mim, a ponto de me fazer entender que algumas vezes a gente vai deixar de acreditar, mas que existem muitas coisas que não são mito, são reais mesmo, e uma delas ainda é o amor. E sempre será, porque sempre foi.
Diz pra mim que a dor de não ter o teu rosto todos os dias quando desperto é momentânea e não chores nunca mais por eu ainda não poder ficar. Beija os meus olhos com essa tranqüilidade que vem de ti e me inunda, aperta o meu corpo contra o teu e sorri pra sorte, meu bem. Porque aqui não precisamos mais esperar que seja o vinte e um de março.
A nossa primavera já chegou.

És o meu amor,
A minha paz.

Por Dani Cabrera



"Quem poderia prever que você pudesse me amar?".
(Volver - Pra Deus Implorar)



PD. Fíjate de la chaqueta del que lleva las flores a ver si te suena... ; )

Comentarios

  1. Amo isso aqui tudo!
    Dani, e o livro? Prometeu, agora tem que cumprir! Quando vai lançar? Deixa a gente informado. Sério!
    Eu quero!


    Lindo texto.
    É bom amar assim, imagino a felicidade de quem recebe.

    Tudo de bom pra ti!

    ResponderEliminar
  2. Belíssimas palavras!
    Adorei seu blog..parabéns flor!
    Bjins

    Obs.: Cheguei aqui através do PL.

    ResponderEliminar
  3. Belíssimas palavras!
    Adorei seu blog..parabéns flor!
    Bjins

    Obs.: Cheguei aqui através do PL.

    ResponderEliminar
  4. Adorável o teu espacinho! Desde as cores, as palavras, as imagens, tudo! Fiquei encantada! Parabéns! beijinhos :)

    ResponderEliminar
  5. aqui é lindoo, muiito lindo mesmo!
    amei os textos, as imagens. TUDO!
    eu vou te seguir, me segue tbm ?

    Beijinhoos ;***

    ResponderEliminar
  6. Que lindo, tudo aqui.
    Ainda não conhecia sue blog..gostei bastante.
    E que texto, parabéns!

    Bjos

    ResponderEliminar
  7. Tudo o que você escreve eu acho lindo dani .. estou te seguindo no blog, beijos ! :*

    ResponderEliminar
  8. Dani vc anda muito sumida do meu blog , mas eu não me esqueci de vc e um dia desses aqui na Irlanda escutei uma música e não sei porquê lembrei de vc, acho que você gostaria de escutar essa música, posso estar enganada , mas acho que faz o seu estilo.

    http://www.youtube.com/watch?v=OI1TGrkNUmg

    Depois me diz o que achou!

    beijos

    Ainda está pela Europa?

    ResponderEliminar
  9. Daniii, que saudade daqui!!!
    Menina me pergunto tanto isso..."Quem poderia prever que você pudesse me amar?".

    Beijos mil pra vc.

    ResponderEliminar
  10. Novo Blog


    http://nadadesecreto.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  11. Hey Dany... Então vc gosta de Al Bowlly é? Dá uma olhada nesse post do meu blog...

    http://bvce.blogspot.com/2010/09/al-bowlly-o-icone-dos-anos-30.html

    Tenho uns 10 discos dele em vinil...

    Parabéns pelo blog...

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares