Dos Olhos Falantes...

E o silêncio dela gritava através daqueles olhos castanhos, um pouco mel, um pouco amora. Aquele grito silencioso dizia todas as coisas que ela queria dizer, mas não conseguia, ou não podia – ainda! E na espera do dia oportuno sonhava com o momento em que a suas vidas se uniriam de uma vez por todas, em corpo em alma e em pó. Sonhava com o quintal que teriam naquele lugar novo, com as flores que marcariam o caminho até a porta, com aquela vinha nos fundos do quintal e aquelas janelas com cortinas de seda branca, que tocadas pelo vento dançam. Mas aquele silêncio gritava e saía dos olhos brilhantes, e entrava naquele outro par de olhos, e abraçava-o, sacudindo-o, dizendo: Sim! O que eu sinto é AMOR!

E desse amor, o mais soberano era a capacidade que tinha de querer sempre a mesma pessoa o tempo todo, sem pensar numa segunda opção. A necessidade de fazer sorrir aquela pessoa que, para ela, era a pessoa mais interessante de todos os tempos! Porque para sua vida, aqueles outros olhos já lhe bastavam como felicidade plena. E nenhum outro lhe tinha com tanta propriedade e vontade de ser assim.

Por Dani Cabrera

Comentarios

  1. só quem ama para entender...
    eu entendo! ;D

    Lindas tatuagens!!! Tb quero!!!

    Ah... elegi o seu blog como a "minha rádio"... passo horas por dia escutando as músicas. Muitíssimo bom gosto!!!

    ResponderEliminar
  2. Eu também querooo sentir tudo isso, rsrsrs, quanta intensidade. Me senti a insensível agora, hauahaua.

    Sempre um novo e belo texto.

    Beijos.

    ResponderEliminar
  3. Um selo pra você no meu blog queridaa!!

    beijooooo

    ResponderEliminar
  4. Eu tenho um par de olhos azuis que me olham assim td manha.

    ResponderEliminar
  5. Eu tenho um par de olhos azuis que quando me olham td manha me dizem coisas como essas que vc descreveu.
    (:

    ResponderEliminar
  6. Menina!!!
    Adorei seu blog!!! vou add aos meus favoritos...
    O post é lindo, só quem tem um grande e verdadeiro amor entende...
    E eu entendo ;D
    Bjao

    ResponderEliminar
  7. Woow Dani!!!!

    Lindo, lindo! Um dia aprendo a escrever assim. O nome do blog deveria ser: "Do amopr que sinto e que faço os outros sentirem"..rsrs.

    Bjão.

    ResponderEliminar
  8. O Amor
    que não se acaba, que se perpetua.
    Amamos tanto o ser querido, quanto esse sentimento mais que querido.
    Como amamos o Amor!

    Be
    de Beatriz
    (respondendo sua pegunta)

    Beijo.

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares