Das Explicações do Inesitante...

Talvez tenhamos mesmo absorvido o comportamento daqueles que amam brincar nos plays de qualquer lugar, a despeito de segurança ou perigo. Porque esses pequenos sabem se dar sem se preocupar com possíveis “tombos”. São puros. São crus.

E assim seja, por conta disso que se chama amor (leia-se amor mesmo, e “amor de verdade!”). No amor sempre haverá verdade.

Esse amor é assim.

Eu sou, você é.
Por isso não hesito assumir que sinto a tua falta por onde quer que eu vá: ali sempre sobra um vazio imenso se você não estiver.
Por isso meu coração dispara ao ouvir aquele timbre diferenciado quando o meu móvel toca: É você, e o meu “alô” é sempre um sorriso adocicado.
Por isso amo todos aqueles recadinhos nos finais de noite, e derreto-me ao ouvir palavras que eu sei que são pra mim e pra mais ninguém.
Por isso amo esperar-te, ainda que seja para um breve abraço – sempre apertado - e pra olhar aquele sorriso que me salva o dia... E a noite, e a vida!
Por isso enfrento avalanches, escalo precipícios, e aprendi dançar sobre vulcões.
Por isso fico desbotada quando nos desencontramos pelas ruas - raras são as vezes, porque teu coração costuma saber onde o meu está. E amo ver a plaqueta do teu mensageiro subir; me despeço com pesar quando as letras azuis me aparecem.

Por isso minhas lágrimas e meu sorriso têm liberdade de ir e vir diante dos teus olhos, e por isso minha boca não mede elogios, nem por medo nem por timidez.

Por esse amor ser assim, não consigo enxergar a mínima possibilidade de você não estar ao meu lado eternamente. E não tenho medo de cantar a canção de amor explicativa de Roberto. Por isso não me sinto uma boba ao te escrever todas essas coisas e sei lembrar de você com ternura ainda nos dias difíceis.

Por isso os meus braços não se cansam de abraçar os teus, todas as rosas e seus aromas me lembram a mesma pessoa, e todas as mais lindas melodias me fazem suspirar.

Por essa e por outras, confesso:
Como te amo nunca amei a outro alguém!


E subjugando meu orgulho, completo:
E também nunca vou amar...


Por Dani Cabrera


"...what I'm Feeling in my soul [...] is brighter than sunshine..." [ Aqualung]

Comentarios

  1. Esse teu amor é altrutísta.

    Teu blog é maravilhoso!
    Posso te linkar pra ficar mais fácil? Pretendo te visitar sempre. Não deixa de atualizar! Isso aqui tá bom demais!

    Beijo.

    OBS: Você escreve livros? Se escreve me diz o nome que eu quero achar um.

    ResponderEliminar
  2. Amor ?
    rsrsrs

    aceita parceria ?
    http://lhmartins.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Mais um texto maravilhoso. Isso me faz lembrar de minha naramoda, como é ruim namorar a distancia.

    ResponderEliminar
  4. Uau! que declaração linda. Que coisa boa é amar e ter certeza que aquela pessoa corresponde,adorei seu blog!

    ResponderEliminar
  5. Lindo, lindo, lindo! Adorei! Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  6. Lindo, lindo, lindo! Adorei! Parabéns!!!

    ResponderEliminar
  7. O amor é lindoh...


    =)
    ki frase veia O.o
    mai é legal!


    o blog ta massa!@


    >>Rádio Bagaceira<<
    http://radiobagaceira.blogspot.com/

    >>Editora Bagaceira<<
    http://edbagaceira.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  8. Linda postagem!!
    Sucesso pro seu blog!!!
    BjOs!

    ResponderEliminar
  9. otimo post
    parabens!

    visita la

    http://britneyview2.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  10. Oi q show o teu blog muito maneiro msm
    vlw até^^
    http://www.blogger.com/home?pli=1

    ResponderEliminar
  11. Que coisa mais gostosa o teu blog...
    adorei...
    Passa no meu depois...
    Bjos!

    Ah, te linkei.

    http://porta-joias.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  12. Lindo. Ser livre para amar é o melhor que há...
    Já escreveu um livro, rs?
    Escreve e me diz quando sai!
    Abraço!

    http://sarafc.zip.net

    ResponderEliminar
  13. "Por isso não hesito assumir que sinto a tua falta por onde quer que eu vá: ali sempre sobra um vazio imenso se você não estiver."

    Peguei emprestada essa tua frase. Tem muito a ver com o que estou sentindo nesse exato momento...

    ResponderEliminar
  14. é você que faz esses textos? O_O
    são liindos ! *-*
    se for você, parabéns!
    gostaria de postar um deles, no meu blog qualquer dia, se você permitir, claro!

    dá uma olhadinha no meu
    é novo e faz tempo que não tenho blog então estou boiando ainda :P
    www.digamosque.zip.net

    Beijo :*

    ResponderEliminar
  15. nossa muito lindo viu
    a escrita ta perfeita
    parabens pelo blog

    ResponderEliminar
  16. 'Por isso não hesito assumir que sinto a tua falta por onde quer que eu vá:
    ali sempre sobra um vazio imenso se você não estiver.'

    e o que se faz com toda a distância? e toda essa saudade? e todo esse amor? ;x

    como um rapaz falou em outro comentário: como é ruim namorar a distância!

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares