Do Teu Efeito em Mim...

Foi naquele tempo em que os meus olhos não pareciam mais meus
Que aquele sorriso outrora desperdiçado salvou os meus dias,
Colhi-os um a um, daqueles que deixaram cair pelo chão...
E aquela alma opaca (que tudo via em preto e branco)
Passou a amar como nunca o fez até então.
E o coração esmiuçado era outra vez um inteiro!

Porque se dar sem sentir medo é praticamente impossível
Mais ainda num mundo com tanta gente gelada,
Mas entre os meus maiores orgulhos de ti
Está o de teres confiado em mim primeiro – devo-te essa!
E confiar como eu não sei se poderia fazer
No nosso princípio, (sim!) no arraigar da tua bandeira no meu peito:
Terra conquistada é terra conquistada e fim de papo!

Foi naquele tempo que encontrei no teu rosto o tal tesouro escondido
E nos abraços o cobertor de lã que afastaria o frio do meu inverno interno.
Foi ali que desejei pela primeira e última vez não receber mais uma chance
(Mas a tive “goela abaixo”, ainda bem!)
Pra viver tudo diferente, sentir tudo de outro modo...
Foi ali que eu me perdi pra você completamente e para todo o sempre.
Foi assim que eu quis outra vez viver!

E eles ainda andam por aí, esses [...] os doutores!
Buscando cura pros que já ouvem o tilintar do fim dos seus tempos.
Mas se eles soubessem da cura que há na luz daquele olhar!
Ah! Se eles soubessem do efeito daquele sorriso!

Cá entre nós:
Aquela é minha cura!
Os olhos apagados refletem mais que a luz do sol,
E por mais fria que a terra esteja, aqui é sempre primavera.


Por Dani Cabrera

Comentarios

  1. Dani, ótimo poema.você já pensou em escrever um livro?

    ResponderEliminar
  2. Nada melhor do que encontrar alguém que nos completa
    =)

    ResponderEliminar
  3. "E por mais fria que a terra esteja, aqui é sempre primavera."

    O texto é ótimo e esta frase é de dar inveja.

    Muito belo, como tudo aqui, Dani!
    Um beijo!




    Olhando Pra Grama - Crônicas de um ansioso

    ResponderEliminar
  4. Também não tive paciência para ver Lost. Parei no sétimo episódio da primeira temporada. Vamos ver se Fringe muda essa idéia minha.

    Nossa, esou com um super fone aqui no último e começou a tocar esse música do seu blog, muito show. Quem canta?

    ResponderEliminar
  5. Conheco bem esses sintomas...
    É muito bom ter alguem especial pr perto, sentir oquele friozinho na barriga e achar tudo mais especial...
    =)
    mt bom o texto...


    bjaum

    ResponderEliminar
  6. Como sempre um belo texto, e falando de sentimentos como raramente leio nesse mundo de blogs as vezes tão iguais.
    Fico esperando sua visita no meu em!

    ResponderEliminar
  7. Obrigada pelo seu comentário. Adorei, comentários como o seu só me insentivam a continuar escrevendo. Obrigada mesmo viu!
    Também acredito nesse amor, acho que esse amores 'impossíveis' tem mais chances de darem certo!
    Com certeza nada nem ninguém faz com que um amor de verdade acabe,boa sorte pra você nunca deixe que alguém atrapalhe o amor de vocês!
    Eu li alguns textos do teu blog, e achei lindo, você consegue passar uma emoção, uma verdade, uma coisa bonita com eles, parabéns! Adorei, já add em meu favoritos! rsrs

    Postei o capítulo VII, dá uma passadinha lá pra conferir. ;)

    Beijos, fica com Deus!

    ResponderEliminar
  8. Você escreve mt bem!

    Já faz um tempão que eu sinto um friozinho na barriga!

    Belo blog!

    Te indico esse blog, http://desabafospormim.blogspot.com (acho q vai gostar)

    APaula
    http://ofedor.blogspot.com

    ResponderEliminar
  9. Pow muito bom seu poema, parabens!!

    vocÊ tem um dom muito bonito tem que explorar mas ele!!

    passarei mas vezes aki!

    abraços


    Mijei de Rir - Alegria e diversão!

    ResponderEliminar
  10. Perfeito!:)
    adoro tudo que você escreve.

    ResponderEliminar
  11. nunca achei (e nem vou procurar mais) um blog tão lindo e escrito com tanto amoor como o seu.

    parabéns.!

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares