Me Rendi...

Tive que criar outro BLOG, mas confesso que levaria na boa a idéia de ter um mais misturado como o que levei até o extremo.

Só que o amor que eu sinto só faz crescer.
Daí criei um espaço pra falar do que me surge.

Procurei um layout legal pra enfeitar este espaço, tenho vários templates nos meus arquivos, mas pansei, pensei; e cheguei à conclusão que este BLOG deve ser tão cru e tão transparente quanto o amor que sinto, tão fiel e puro quanto o que me leva a escrever.

As cores deveriam ser o mais suave possível, para que o amor que sinto seja entendido com a mesma ternura que me atinge. As letras, o mais definidas possível, bem como cada atitude de dentro (e de fora!) o é.

Lembrei-me do meu desvelo com tudo que não quero perder - ou não posso perder, ou não posso porque não consigo [...]. Lembrei-me do risco que há em representar papéis, e em aumentar "um ponto no conto". Lembrei-me de gosto amargo das máscaras, das opacidade das cores inventadas e me apaixonei mais uma vez pelas cores do amor que sinto. Optei, mais uma vez, pelo simples, pelo transparente e pela harmonia dos olhos que amo.


Sejam bem vindos ao AMOR QUE SINTO.

Comentarios

  1. a alguns meses vc ganhou uma leitora fiel!rs

    ResponderEliminar
  2. ' ee a algumas semanas vc ganhou outra ! é que eu reviro o teu blog procurando o meu amor , procurando palavras para descreve-lo ee quando tu faalas de saudade tudo se encaixa PERFEITAMENTE , eu chego a chorar Dani , com o teu amor por " teu bem " ee sonho em um dia ter um assim , SÓ EMU *-*

    ResponderEliminar
  3. Quisera eu sentir um amor tão puro e poder dizer "do amor que sinto". Torço para que seu privilégio e suas palavras nunca cessem.

    Bjs

    ResponderEliminar

Publicar un comentario

Entradas populares